Prefeitura inicia ações de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis

A Prefeitura de Corumbá inicia nesta quinta-feira, 05, à noite, uma campanha de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, com enfoque especial para o HIV/AIDS e as Hepatites Virais. A ação faz parte do projeto Meu Carnaval 2015, desenvolvido pela Secretaria de Saúde, por meio da equipe da Gerência de Vigilância em Saúde.

A ação vai até o dia 18 de fevereiro e integra o Programa Municipal de DST/AIDS e Hepatites Virais, desenvolvido pelo Centro de Saúde Dr. João de Brito Sobrinho. O coordenador do programa, Antônio Angel Pereira Ruiz, informa que o projeto será desenvolvido nos ensaios das escolas de samba e dos blocos carnavalescos, durante este período que antecede ao carnaval, e em um estande, durante a folia de Momo.

Segundo ele, além dos ensaios das escolas de samba e blocos carnavalescos, as ações de prevenção vão acontecer também em eventos com o “Esquenta Corumbá” no Porto Geral.

Além dos ensaios e do “Esquenta”, acompanhadas dos bonecos “Zé Camisinha” e “Maria Camisinha”, as equipes vão realizar ações também na descida do bloco Sandálias de Frei Mariano, e depois em um estande que será montado na Passarela do Samba, onde serão distribuídos preservativos e material educativo e informativo, durante todas as noites do carnaval.A estimativa é que sejam disponibilizados à população mais de 70 mil preservativos masculinos durante o desenvolvimento do projeto.

A campanha é apontada como de fundamental importância para intensificar a prevenção à DST/AIDS. Pesquisas divulgadas nos últimos anos, mostram uma queda no uso da camisinha de 58% para 49%, em todas as faixas etárias, nas relações com parceiros casuais.

A maioria dos brasileiros (94%) sabe que a camisinha é melhor forma de prevenção às DST e AIDS. Mesmo assim, 45% da população sexualmente ativa do país não usou preservativo nas relações sexuais casuais nos últimos 12 meses.

O coordenador observa que é justamente nessas épocas de descontração que se deve dar especial atenção à prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. “O número de notificações e casos das DST´s está aumentando. Por isso intensificamos nossas ações incentivando o uso da camisinha como fator de proteção”, reforça.

Comentários

Mais lidas

Sorry. No data so far.